Notícias e Comunicados

Feirarte de Pinturas e Artesanato fica aberta ao público até quinta-feira (10)

Publicado em 08/05/2015

A 4ª Feirarte das Artes Visuais do Itego em Artes Basileu França começou nesta segunda-feira, 7 de maio, e se estende até quinta-feira (10), na Galeria de Arte Basileu França. A exposição continua aberta ao público, das 8 às 12 horas, e das 13h30min às 19 horas. A feira é coordenada pela área de Artes Visuais do Basileu França e oferece peças e obras de arte exclusivas feitas por cerca de 30 alunos, com idade a partir dos 14 anos, e professores dos cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC Adulto).

No local estão sendo comercializadas 300 peças diferentes, cuja renda será revertida para custeio dos materiais de trabalho dos próprios alunos. No espaço é possível encontrar pinturas em porcelana, em tecido, acrílica em gesso e cerâmica vitrificada (a frio), bonecas de pano, papel reciclado artesanal e cartonagem, artesanato em mosaico, azulejos, pastilhas de vidro, desenhos em aquarela, nanquim, entre outras modalidades ensinadas nos cursos da Escola de Artes do Itego Basileu França.

Conforme explica a Coordenadora das Artes Visuais, Fernanda Porto, o maior objetivo da Feirarte já foi alcançado, que é incentivar a produção artística dos alunos e ensiná-los a montar uma exposição, além de estabelecer preços para seus produtos. “A venda é consequência da qualidade e do alto nível técnico dos trabalhos feitos pelos nossos alunos durante as aulas de artes. Esperamos muitas visitas e boas vendas, pois temos produtos para todos os gostos e estilos”, convida.

Dayane Almeida visitou a exposição, a convite de uma amiga, e ficou encantada. “Sou apaixonada por artesanato e fiquei surpresa com a variedade e a qualidade dos produtos expostos. Cartonagem e MDF são técnicas riquíssimas e podem ser utilizadas para decorar a casa e até mesmo para venda”, compartilha.

Segundo a professora de Cartonagem Sustentável, Eliane Paniago, está sendo uma experiência única conduzir os alunos na realização desta exposição. “Nossos alunos estão se preparando para o mercado de trabalho. Aqui estão aprendendo a expor seus produtos, como montar um bazar de vendas, especificar preços para as obras de arte, além de executar técnicas diferenciadas que estão sendo aprendidas no curso desde fevereiro deste ano. Um exemplo disso é fazer cartonagem utilizando produtos reaproveitáveis”, observa a professora.

Texto: Ellen Ribeiro

Fotos: Mariele Fernandes