Notícias e Comunicados

Carolyne Galvão conquista medalha de prata no USA International Ballet Competition

Publicado em 26/06/2018

Carolyne Freitas Galvão, aluna de Dança do Itego em Artes Basileu França, conquistou a medalha de prata no USA International Ballet Competition 2018, que aconteceu de 6 a 24 de junho, em Jackson, no Mississipi (EUA). A jovem foi uma dos (as) três bailarinos (as) brasileiros (as) que participaram do concurso, sendo que Carolyne Freitas Galvão e Marcos Vinícius Silva, ambos alunos de Dança do Basileu França, foram os únicos representantes do estado de Goiás na competição.

O Concurso de Dança de Jackson acontece de quatro em quatro anos e recebe somente bailarinos convidados. Por lá passam estrelas da Escola de Dança do Ballet Bolshoi e de outras importantes companhias.

Carolyne Galvão conta que a participação nesta competição internacional de ballet foi mais uma experiência incrível da sua carreira. “Foram duas semanas intensas de muita dedicação, aperfeiçoamento técnico e apresentações durante a minha participação nesta competição de classe mundial. Foi muito gratificante conquistar a medalha de prata e representar meu País e minha escola entre 18 bailarinos de 8 nações”, compartilha a bailarina. 

O primeiro concurso USAIBC aconteceu em 1979. Antes de Carolyne Galvão, apenas os brasileiros Renata Pavan, que também foi medalha de prata (1998), Gustavo Carvalho, Ivan Duarte e Yasmin Lomondo que foram medalhistas de bronze (2014) tiveram o privilégio de fazer parte do USA International Ballet Competition. 

Os resultados alcançados pela bailarina goiana apenas consolidam o trabalho realizado pelo Itego em Artes Basileu França, uma instituição pública estadual que tem à frente da Coordenação de Dança, Simone Malta, integrando uma equipe de professores e outros profissionais que contribuem constantemente para resultados relevantes como esse, fazendo com que o Balé Clássico do estado de Goiás seja destaque mundial.

A participação da bailarina Carolyne Galvão no USA International Ballet Competition só foi possível graças ao apoio financeiro do Governo de Goiás que acredita e investe na formação dos artistas goianos.

Texto: Ellen Ribeiro

Fotos: USAIBC