Notícias e Comunicados

Apresentação inédita “Bons Leros” movimentou o ITEGO Basileu França

Publicado em 01/10/2018

A Orquestra Sinfônica de Goiânia, em parceria com a Cia de Dança e Balé do Teatro-Escola Basileu França, apresentou o espetáculo inédito Bons Leros, nos dias 28 e 29 de setembro, no Teatro-Escola Basileu França.

Com uma temática voltada para a cultura latino-americana foram apresentadas duas coreografias. Esta foi a primeira montagem goiana de um espetáculo de Dança Contemporânea com música orquestral executada ao vivo.

A primeira coreografia, intitulada “Suíte para Quatro”, montada por Fabiano Lima sobre a Suíte Estâncias, do compositor argentino Alberto Ginastera, manteve um diálogo constante entre o clássico e o contemporâneo. A ideia foi buscar novos impulsos e dinâmicas, tornando o homem renovado emocionalmente, provocador e determinado a romper fronteiras.

A segunda coreografia, intitulada “Bons Leros”, montada por Júnior Ohara e Nilson Tavares, baseada em 6 músicas do compositor e pianista cubano, Pérez Prado (imortalizado como O Rei do Mambo), dialogou diante de 6 esquetes em diversas situações do cotidiano moderno, na dança ou não, sendo totalmente identificável a várias pessoas, com a intenção de mostrar as vertentes constantes de experiências vividas.

A parte coreográfica foi feita pela Cia de Dança Basileu França e pelo Balé do Teatro-Escola Basileu França, grupos que têm se destacado cada dia mais no cenário artístico goiano. À frente da Orquestra Sinfônica de Goiânia esteve o maestro carioca, Carlos Moreno, artista já reconhecido e querido pelo público goianiense.

A programação incluiu a execução orquestral de duas outras obras importantes do repertório mexicano: Huapango, de Pablo Moncayo, e Danzón n. 02, de Arturo Márquez.

“É uma oportunidade única de prestigiar um espetáculo de qualidade, com uma temática cultural com a qual nos identificamos, unindo a expressividade da música orquestral aos ritmos marcantes e característicos das danças caribenhas”, enfatiza a diretora geral do espetáculo, Simone Malta.