Notícias e Comunicados

Alunos formandos de Produção Cênica apresentam show de comemoração dos 50 anos de vida artística de Carlos Brandão

Publicado em 15/12/2017

O espetáculo Di Menó e Di Maió – 50 anos da trajetória artística de Carlos Brandão, será apresentado neste sábado, 16 de dezembro, às 20 horas, no Teatro do Espaço Sonhus, no Colégio Lyceu de Goiânia. Os alunos formandos da terceira turma de Produção Cênica do Basileu França produzem este show, com direção cênica, que mescla música, teatro e performances poéticas. No palco, Carlos Brandão (o Di Maió) e seu convidado, o jovem poeta David Young (Di Menó) recebem convidados como o poeta Rafael Vaz, o rapper Eduardo Genuíno e o ator Pablo Angelino.

O show cênico faz parte do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) de Tecnologia em Produção Cênica, do Itego em Artes Basileu França, e tem em sua produção um grupo de formandos que se dividem em iluminação, cenário, figurinos, assessoria de comunicação, sonoplastia e outros itens de produção cênica e cultural. A direção geral e artística do espetáculo é da atriz Adriana Brito.

Trajetória profissional dos artistas

Carlos Brandão nasceu em Mossâmedes-GO e se mudou para Goiânia aos 14 anos de idade. Aos 17, compôs sua primeira música, que serve, segundo ele, como marco para o início da sua carreira como compositor. Brandão tem mais de 500 músicas compostas e mais de 200 gravadas em todo Brasil e algumas no exterior.

Carlos Brandão, nesses 50 anos de carreira, se destacou na função de diretor de espaços artísticos (teatros e centros culturais) e também como jornalista. Nessas duas outras áreas de atuação, Brandão sempre teve como característica principal a de abrir espaços para jovens artistas, músicos, poetas, atores, iluminadores, técnicos de som e outros.

David Young é um jovem poeta e vem se destacando por seus textos fortes e, como diz Brandão, “poesia de macho, que beira o punk rock”. Sua área de publicação são as redes sociais. Participou da Antologia Clandestina - Poesia Marginal Goiana, livro com poemas de dezenas de jovens escritores de Goiânia, lançado em Goiânia e São Paulo. Young vai mostrar no show poemas como: “O ápice da revolta”, “Cuspo no prato que como” e “Possibiliporre”.

Texto: Ellen Ribeiro